As birras dos pais

Falamos com frequência sobre as birras das crianças. Porque fazem assim, porque fazem assado. Partilhamos com familiares e amigos o nosso desespero, falamos com outras mães, na esperança de sermos entendidas, pesquisamos sobre o tema, na esperança de encontrar o antídoto que acabe de vez com este pesadelo físico e emocional.

Hoje escrevo sobre as birras dos pais. Sim, os pais também fazem birras!

Provavelmente, nunca pensou sobre esta possibilidade, que é real e muito séria. Eu também nunca tinha pensado nesta realidade, até conhecer uma nova aboradagem na educação. Parabéns, junte-se ao clube!

As birras não têm idade, podem ter diferentes personificações , cores , novos padrões comportamentais, no entanto, isso não lhe tira o direito adquirido de ser uma birra.

Pensando neste assunto, concorda que faz birras? Como reagem os seus filhos? Como seria o registo fotográfico de um desses momentos? Que birras são estas? Como são expressas?

Antes de sermos mães, somos pessoas, mulheres, temos vontades, necessidades, que se regem pelos nossos próprios valores e no limite desejamos que a vida decorra com alguma facilidade, rumo à nossa felicidade. Alcançar o equilíbrio entre papeis sociais, atingir a perfeição, manter uma aparência meramente “aparente” é algo que exigimos de nós, por vezes sem refletir no verdadeiro impato…  e nem sempre é assim, surgem acontecimentos que não controlamos, pensamos e sentimos outras coisas ou porque temos crianças que nos desafiam até ao limite dos limites. Esta não é uma equação resolvida.

Como pais, temos limites, medos, vivemos frustrações, decepções, e na busca do nosso equilíbrio e principalmente da tão famosa felicidade, encontramo-nos (dentro de nós) em  labirintos desafiantes, becos sem saída, estradas que parecem não ter fim, mas que nos podem levar a um

novo destino.

Alinharmo-nos como pessoas, redefinir o que nos motiva e apaixona na vida, desbloquear medos e ansiedades, impulsionam a desativação de modos de pensar, sentir e agir, que por sua vez permitem desactivar o botão da birra (nossa e dos nossos filhos).

Gostava de ajudar-vos a pensar sobre algo tão importante que pode levar a grandes mudanças. Para isso precisamos refletir, no que nos faz passar de um estado de pais tranquilos e pacientes para pais irritados e intolerantes? Faz sentido alterar esta realidade? Que benefícios teremos com isso?

O primeiro passo para qualquer mudança, é a tomada de consciência. Olhar para dentro e ouvir o nosso eu, vai permitir encontrar as “nossas” soluções.  Sabendo que, as nossas ações irão resultar em mudanças comportamentais nos nossos filhos . Eles fazem birras, fazem. São processos desafiantes, se são. Nós fazemos birras, fazemos. Podemos mudar algo, claro que podemos.

Quem tem o comando da situação?

Com o coaching parental ajudamos pais a adquirir uma nova abordagem na educação dos seus filhos. ​Qualquer mudança nos filhos, começa nos Pais, através de novas atitudes e comportamentos, que por sua vez vão gerar novas atitudes e comportamentos nos filhos. Neste processo, trabalhamos conteúdos práticos, alicerçados, entre outras teorias,  na psicologia positiva e na terapia cognitiva comportamental, que sustentam e potenciam uma educação mais alinhada, consciente e orientada para a satisfação pessoal e familiar.

Qualquer mudança só depende de uma decisão!

Vamos agendar sessão?

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 

Formulário de Inscrição

©2020 por Amor d‘3ducação. Orgulhosamente criado com Wix.com