Quanto tempo, o tempo tem?

Todos sabemos que o tempo anda demasiado depressa, a vida corre rápido e, é um fato, por mais que se tente, ninguém consegue parar o relógio…

Com alguma naturalidade reclamamos a falta de tempo para fazer isto, pouco tempo para fazer aquilo… o relógio que parece correr a uma velocidade louca, os compromissos quase sobrepostos… um desafio alucinante!

A falta de tempo, serve muitas vezes de desculpa para não fazer algo, estar com alguém ou ir a algum lugar, ou simplesmente para não planear. Como dizia Einstein: “Falta de tempo é desculpa daqueles, que perdem tempo por falta de métodos”.

Este é um pensamento recorrente que se apodera de nós e no qual passamos a acreditar, sem reservas. Acaba por ser, um pouco, como a história do copo, para uns está meio cheio e para outros meio vazio. Tudo depende da nossa forma de ver, olhar, sentir,  pensar!

Design

Atualmente, a maior parte de nós, tem excesso de tarefas e, regra geral,  prazos curtos para cumpri-las. A somar a tudo isto, acresce o peso da maternidade ou paternidade, que exige de nós mais tempo, que muitos acreditam não ter e portanto, tudo se resume a um ideal de um dia poder vir a fazer, poder ir a….poder ser mais… um sem número de “estares e lugares” que não chegarão, se não existir uma mudança.

Quero que saibam, que é possível ter mais tempo para nós, para a família, se fizermos uma boa gestão do mesmo. Com a implementação de algumas estratégias é possível “aumentar o dia” e a produtividade, reduzir o cansanço e consequentemente aumentar a predisposição mental para desfrutar de momentos positivos, fazer exercício, estar com os filhos, passear, ler um bom livro, dançar, não fazer rigorosamente nada, enfim… fazer aquilo que gostamos e que realmente é importante na vida.

Deixo-vos algumas dicas que utilizo para melhorar a gestão da rotina diária:

1-Planificar o dia seguinte na agenda, incluindo as tarefas de lazer, com horários definidos;

2-Organizar as tarefas por ordem de prioridade (sublinhar a caneta fluorescente ou  escrever em post-its às cores.)  As cores ajudam imenso na organização mental das tarefas;

3-Comprometer-se com a agenda, por forma a cumpri-la, mesmo que chovam canivetes… Quando nos comprometemos ganhamos força para a realização da tarefa ou compromisso;

4- Delegar ou pedir ajuda a alguém para conseguir cumprir uma tarefa a tempo. Eu sei ninguém gosta, mas pode fazer toda a diferença. A ideia de que somos super-mulheres ou super-homens está demodé!;

5- Recompensar-se por terminar a tarefa dentro do prazo estipulado, é extremamente importante, pois reforça que a competência para uma melhor gestão do tempo e usufruir do tempo livre que resultou da boa gestão do dia.

Dicas simples que se podem transmitir às crianças, para que aprendam e sejam capazes de gerir e organizar o seu tempo. As estratégias devem ajustar-se conforme a idade e o nível de desenvolvimento,  para que a criança seja capaz de concretizar a tarefa.

Espero que esta partilha vos tenha ajudado, encorajado, motivado… e que em breve tenham mais tempo e coisas boas para contar. Não há nada como tentar… E como costumamos ouvir dizer: não há duas sem três!

Conceição Pereira
Amor d`3ducação
0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo